A história da blogueira lésbica sequestrada era uma farsa

17 jun

O mundo foi enganado por uma fraude. A história da blogueira lésbica sequestrada na Síria foi uma invenção de Thomas MacMaster, um americano heterossexual e casado aparentemente carente de atenção.

Conforme informações do Global Voices:

Thomas MacMaster escolheu ficar em silêncio por sete dias inteiros enquanto ativistas, blogueiros e até autoridades continuavam procurando Amina, receando o pior. Perguntas começaram a ser levantadas quando uma mulher alegou que ‘Amina’ personificou sua aparência, roubando fotos de uma conta privada no Facebook, enquanto investigações questionaram se a garota lésbica de Damasco poderia vir a não ser a pessoa que se dizia.

MacMaster alegou que sua fraude não teve intenções de ofender ou prejudicar ninguém. Todavia, segundo o mesmo Global Voices:

Outros acreditam que a fraude de MacMaster atravacou o trabalho em campo de ativistas, da mídia social e prejudicou o papel que estão desempenhando neste ano de revoluções árabes e a credibilidade da blogosfera árabe. Alguns também notaram que o trote desviou a atenção de campanhas coordenadas por ativistas e blogueiros realmente presos e sofrendo ameaça, além de também colocar em risco a comunidade gay da Síria.

Saiba mais no site GlobalVoices.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: