Grupo Matizes e LBL-PI lutam contra o fim da Coordenadoria de Direitos Humanos do Piauí

2 dez

Sob a justificativa de enxugar a máquina pública e dinamizar a atuação governamental, o governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), submeteu aos deputados da Assembléia Legislativa do Piauí (Alepi) uma proposta de reforma administrativa que pode extinguir coordenadorias dedicadas a grupos historicamente discriminados, como LGBTT, mulheres, negros e portadores de necessidades especiais.

Como bem salienta Marinalva Santana, do Grupo Matizes e da LBL, a melhoria da máquina pública é uma bandeira importante a ser defendida, mas de maneira nenhuma ela pode prejudicar conquistas essenciais, como as coordenadorias especiais, sob a alegação de controle de gastos. A LBL entende que a luta contra preconceitos é um investimento fundamental e deve estar entre as prioridades governamentais.

Chamamos as cidadãs e os cidadãos do Piauí a somarem esforços com o Grupo Matizes e a LBL-PI na defesa dos direitos e garantias fundamentais de todas as brasileiras e brasileiros.

Saiba mais aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: